Esta página é destinada a discutir toda a complexidade e beleza da Medicina Tradicional Chinesa.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Teoria do Yin e Yang


Foi na observação paciente da Natureza, que Lao Tse concluiu que tudo no Universo é composto por dois aspectos opostos, que se completam entre si, mantendo o equilíbrio natural. Chamou estes princípios de Yin e Yang. Eles formam um movimento circular, onde Yin se transforma em Yang e Yang se transforma em Yin. É o Dualismo em ação. Representam algo que é único, mas que se apresenta em dois aspectos, opostos e complementares. Não há melhor nem pior, são apenas faces diferentes de um mesmo objeto.

O Yang seria a energia e o Yin a matéria. Entre massa e energia, a única diferença é a velocidade dos átomos. E os dois vivem em constante transformação. Esse aspecto foi confirmado pela Teoria da Relatividade de Albert Einstein, e depois a Física Quântica veio abalizar esse conhecimento tão antigo.

O Yang seria: calor, movimento, claridade, força, expansão, explosão, polaridade positiva, alto, sol, homem, dia, montanha, fogo, esquerdo, mente, energia, mar, animais diurnos, árvores sem folhas no inverno.

O Yin seria: frio, repouso, escuridão, retração, implosão, polaridade negativa, baixo, terra, mulher, noite, vale, água, direito, corpo, matéria, rio, lagoa, animais noturnos, árvores com folhas no inverno.

Não há como entender o dia, sem conhecer a noite, e saber que ambos detém 12 horas, e que juntos formam um dia de 24 horas. Se não houvesse o dia, jamais entenderíamos o que é a noite. Mas assim como são diferentes, um se transforma no outro, o dia vira noite, e a noite vira dia. Há também um período de transição entre o dia e a noite, que é o entardecer, onde o sol vai pouco a pouco se apagando, e chega a noite (o Yang vai diminuindo, e o Yin vai aumentando). E ao mesmo tempo, um período onde a noite se transforma em dia, neste período de transição, o alvorecer, a noite vai diminuindo, enquanto o sol vai chegando (é o Yin diminuindo para o Yang ir aumentando). Isso é o equilíbrio.

Assim, o conceito de Yang e Yin é relativo, depende do referencial que se usa.
Vejamos os espectros da Luz. Quando um feixe de Luz passa por um prisma, ele se divide em 7 espectros: vermelho(+++), alaranjado(++), amarelo(+), verde(neutro), azul(-), anil(--), violeta(---). O vermelho é o máximo de Yang, e o violeta é o máximo de Yin. As diversas tonalidades refletem mais ou menos energia ou matéria.

Há também alimentos + yang. Ex: vermelho, crescem no calor/sol, crescem rápido. Crescem acima da terra. Há alimentos mais Yin. Ex: crescem dentro da água/sombra, ou em coloração escura, raízes, tubérculos. Mas há um infinito espectro de alimentos que são mais ou menos Yang ou Yin, dependendo do referencial que se usa. Vejamos: cenoura e beterraba crescem debaixo da terra, e portanto são Yin. Mas quando comparadas entre si, a cenoura é mais Yang, pela cor, podendo ser comida crua. Já a beterraba tem coloração violeta, sendo portanto mais Yin, devendo ser cozida para ser comida (para receber mais Yang). Assim é com tudo que existe.

Princípios básicos do Yang e do Yin:

. Princípio de Transformação do Yang e do Yin: constante transformação de um no outro, em contínuo e constante equilíbrio dinâmico. Portanto, quando Yang cresce, o Yin decresce, e vice-versa.

. Princípio de Transmutação do Yang e do Yin: Yang quando chega no seu máximo (Yang do Yang) transforma-se em Yin. Assim, quando o Yin chega no seu máximo (Yin do Yin) transforma-se em Yang. Vide o ciclo do dia e da noite. Máximo de Yang é o meio-dia, máximo de Yin é a meia-noite.

. Princípio da Relatividade do Yang e do Yin: Todo o conceito é relativo. Depende do referencial.

A doença é decorrente do desequilíbrio entre o Yang e o Yin. Quando o Yang está exaltada, sobrepujando o Yin, ocorre um estado de hiperatividade das células, como hipertensão arterial, hipertireoidismo, taquicardia. Quando O Yin está exaltado, ocorrerá o contrário, quadros de hipoatividade, ou hipofunção. Ex: hipotireoidismo, obstipação intestinal, bradicardia, sonolência...

Cabe à medicina chinesa diagnosticar estes desequilíbrios antes que eles consigam provocar doenças, é a prevenção. Mas se o desequilíbrio já está instalado, cabe-lhe também promover o reestabelecimento do equilíbrio, ou melhorar ao máximo o que for possível esta desarmonia.

Dúvidas? http://formspring.me/jocianenegrao

7 comentários:

  1. Belíssimo post. Claro e elucidativo. Cheguei a pensar que poderíamos ser só Yin ou só Yang, mas avançando a leitura, percebi que somos umm perfeito equilíbrio entre os dois e que quando algo abala esse equilíbrio é quando surgem as "doenças". Estou certa? Ou é...relativo? rsrsr
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu bem essa é uma teoria interessante, mas ñ se prenda a ela,
      pois vai além disso

      Excluir
  2. Está certa. Vc tem razão quando diz que somos ou Yin ou Yang. Falarei disso depois, lembre que existem os dois tipos de personalidade: Idealista(mais Yin) e Dogmático(mais Yang). E lembre, que só por ser mulher, já é mais Yin. Por ser homem, mais Yang.
    Lembre-se, somos um equilibrio de tudo. Nascimento(horóscopo), elemento em que nascemos, sexo em que nascemos, personalidade que assumimos, opções que tomamos...
    O Equilíbrio é o nosso caminho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Ola doutora Jociane quero me aperfeiçoar na medicina oriental, gostaria de alguns conselhos de alguém que já trilhou o caminho.
      Podemos conversar em particular?

      Excluir
  3. Gostava de entender o um verso duma musica que diz "o vermelho é intenso entre o preto e o branco". Penso que esteja relacionado com este tema, mas não encontro a resposta.

    ResponderExcluir